quinta-feira, 9 de outubro de 2014

De frente com o autor - Andréa Lopes

A entrevista de hoje é com a autora e parceira do blog, Andréa Lopes, escritora do livro "A Cor dos Olhos Teus", que eu resenhei, há alguns dias, confira aqui. O carinho e profissionalismo da autora rendeu uma entrevista super fofa e divertida de ler, nos permitindo conhece-la melhor, e claro, ficar por dentro, do que ela anda aprontando pra nós.


Meu nome é Andréa e o romance A cor dos olhos teus é meu primeiro trabalho publicado. Decidi que publicaria meu livro há uns dois anos e nem mesmo eu tenho certeza de que acreditava nisso. Mas aí está ele e agora eu não tenho nenhuma dúvida de que outros mais virão. Sou ariana, publicitária, casada e mãe de dois meninos maravilhosos. Meu primeiro filho, João, nasceu quando fiz 37 anos. O Vinícius, meu segundo filho, nasceu quando fiz 40 anos e A cor dos olhos teus, meu terceiro filho, aos 44. 

Nunca é tarde para começar. O importante é querer.

Closet Secreto: Como é a sua relação com a arte em geral? 

A. Lopes: Já fui uma “consumidora” mais ativa, indo muito ao teatro, visitando exposições, nunca faltando à Bienal de Arte de SP, por exemplo. Há alguns anos, por falta de tempo e talvez preguiça, fico muito mais focada na literatura, no cinema e na música. Essas coisas me despertam, me emocionam, fazem com que eu me sinta viva.

Closet Secreto: O que te inspirou a começar a escrever? Quais são suas referências e inspirações?

A. Lopes: A literatura sempre foi minha grande paixão, como leitora. Desde muito jovem, os livros me prendiam num mundo paralelo. Escrever foi provavelmente uma consequência, mas nunca pensei em escrever um livro. Foi com Harry Potter que descobri as comunidades de Fan Fictions e comecei a me aventurar com alguns contos, anonimamente e percebi que eles agradavam. Depois continuei com Crepúsculo e finalmente me aventurei a escrever um livro, dois, três.

Closet Secreto: O que você espera que “A Cor dos Olhos Teus” provoque no leitor?

A. Lopes: Diversão. Não se trata de um livro que provoque grandes reflexões sobre a vida ou que trate de algum drama. Ele é divertido, leve, faz o tempo passar rápido, dá vontade de se apaixonar. Ao menos foi o que tentei! Rsrs.

Closet Secreto: Como foi o processo de criação dos personagens da história? Eles têm um pouco de você?

A. Lopes: Talvez cada um deles tenha um pouco, não sei ao certo. Em determinado momento, você já não sabe se está mandando na estória ou se os seus personagens estão. Comecei o livro com uma determinada ideia, mas no decorrer do trabalho, as coisas foram tomando outros rumos e eu já não sabia mais como acabaria. Passei por momentos angustiantes, decidindo o que aconteceria a seguir. É uma obsessão e quando finalmente terminei, passei por um bom período de luto. Chorei, senti saudades, não queria me separar deles. É um processo intenso, desgastante, mas feliz.

Closet Secreto: O que é ser escritor pra você? Qual é o escritor que você mais admira? 

A. Lopes: Eu levei algum tempo para admitir que era uma escritora. Ainda não tenho certeza se me sinto confortável com o título, estou me acostumando. Minha resposta honesta à sua pergunta? Não sei ainda o que isso significa.

Sou uma leitora compulsiva e não consigo eleger um escritor que eu goste mais... Posso citar alguns. Gabriel Garcia Marques e Chico Buarque são autores que provocam emoções estranhas, às vezes incômodas. Seus livros têm ritmo, são quase musicais. Eu gosto muito. Adoro JKRowling e Stephenie Meyer. Digam o que quiserem, elas inventaram personagens e mundos encantadores e que não serão esquecidos. Ah, muita coisa. Se eu falar de tudo que eu gosto...

Closet Secreto: Qual frase de um livro que você leva para a vida? 

A. Lopes: Há! Vocês não vão acreditar, mas Antoine de Saint Exupery é meu autor do coração, com cheiro de infância.

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas” é o meu lema desde sempre.

Closet Secreto: Qual seu livro de cabeceira?

A. Lopes: Não tenho. Tenho um Kindle de cabeceira e um novo livro praticamente toda semana.

Closet Secreto: Fale um pouco sobre seus outros projetos.

A. Lopes: Eu não consegui me desvencilhar dos personagens do meu romance e na sequencia escrevi uma pequena continuação da vida dos dois, que nem chega a seu um romance, é um conto. Depois escrevi outro livro sobre a estória do Rafael – o ex-namorado da Daniele e outro da Julia (não posso contar quem é ela, senão vão descobrir o final do livro). É quase uma trilogia, mas não é, porque os livros têm pouco em comum entre si, exceto a referência aos personagens de A cor dos olhos teus.

Closet Secreto: Deixe um recadinho para meus leitores do blog. Fale por que deveriam ler o seu livro? Ah, quem sabe alguns deles gostam de escrever assim como eu e sonham em publicar um livro, então seria legal que você falasse algo relacionado a isso também.

A. Lopes: Uma das coisas que mais me impressiona neste mundo da literatura, são os blogs literários, instablogs, Faceblogs e o mundo de jovens leitores e escritores em volta disso. A paixão pelos livros e suas estórias é contagiante. Só quem gosta de ler e escrever entenderá o que eu digo: os livros nos transportam a outros mundos, a outras vidas, a outras emoções. Nada se parece com isso.

Aqueles que sonham em ser escritores, peço que não desistam. Eu realizei um sonho. Um sonho alcançado com muito trabalho, muito esforço, paciência, mas ainda assim um sonho. Sou a prova viva de que eles se realizam, se a gente não desistir. Portanto, corram atrás dos seus sonhos.

Abraços.